Carlos Serrão

as minhas notas e página pessoal…

F1 – 2010 um ano em cheio?

| 2 Comments

Depois de uno de 2009 na F1 em que reinou a competitividade inesperada entre as equipas de menor renome (Brawn, Sauber, etc.) este ano promete ser um ano em cheio para a F1.

Depois de um ano de adaptação às novas regras, em que a Brawn soube tirar partido das mesmas para construir um monolugar e uma equipa que conduzir Jenson Button ao título de campeão do mundo, liderada pelo mítico Ross Brawn, este ano promete muito. E porquê?

Bem, em primeiro lugar, porque o Michael Schumacher estará de volta à F1. Goste-se ou não do Schumacher, a verdade é que foi por 7 vezes campeão do Mundo, dominando com clareza o desporto entre 2000 e 2004, altura em que foi por 5 vezes consecutivas campeão, até abandonar a competição. Mas agora, depois de uma passagem pela Ferrari, como consultor técnico da equipa, eis que volta para onde se sente melhor – atrás de um volante de um potente F1. E volta em grande… volta para o volante de um carro da equipa Mercedes GP, que não é mais nem menos que a equipa oficial Mercedes da F1, que no ano passado se chamava Brawn Mercedes.

Depois temos uma Ferrari, que depois dos péssimos resultados do ano passado (depois de ser a equipa dominadora dos anos transactos), só tem mesmo a melhorar. Com dois excelentes pilotos, o regressado Filipe Massa (recuperado do seu acidente do ano anterior), e de uma contratação esperada do Fernando Alonso, a Ferrari tem tudo, para voltar para o topo da classificação. Resta saber, se terá um carro à altura dos seus pilotos. Pilotos, poderá ser esta também uma preocupação da Ferrari. Não que a sua qualidade esteja em causa, mas o facto de Filipe Massa e de Fernando Alonso não morrerem de amores um pelo outro. Teremos aqui uma re-edição da rivalidade entre Ayrton Senna e de Alain Prost, enquanto pilotos da McLaren?

A McLaren, também dificilmente poderá fazer pior este ano do que fez no ano passado. A equipa, fruto da tradição que tem na F1, e do trabalho da equipa liderado por Ron Dennis, tem tudo para poder melhorar. Ainda por cima, este ano a McLaren vai contar nas suas fileiras com o piloto campeão do ano passado – Jenson Button – que se mudou da Brawn para a McLaren. E por outro lado temo igualmente um jovem lobo, Lewis Hamilton, o vencedor do renhido campeonato de 2008, que só ficou decidido na última volta da última corrida da época. Resta saber, à semelhança do que acontecerá na Ferrari, como a McLaren e Ron Dennis vão gerir estes dois galos que querem o mesmo poleiro.

Depois temos ainda que contar com equipas como a Red Bull e a Toro Rosso, que tão boa imagem deixaram no campeonato do ano passado. Temos ainda a Williams, que desde o incidente de Ayrton Senna em Imola, nunca mais foi uma equipa de topo, assim como com a Renault e a Force India. E o que esperar do estreantes deste ano? A Lotus, uma equipa histórica da F1 que regressa este ano, a Campos, a Virgin que no ano passado estava ligada à Brawn e a US, uma equipa sediada nos Estados Unidos. Será que estes estreantes poderão repetir a façanha do que aconteceu o ano passado com a Brawn?

Por tudo isto, eu acho que este ano a F1 vai ser muito interessante e acima de tudo competitiva. Espero não ficar desapontado…

Para que as corridas passem a ter o mesmo nível de emotividade que tinham no passado, como podem ver a seguir – isto sim, era conduzir (90% de pilotagem, 10% de carro).

Um dos melhores momentos da F1, sem dúvida!!!

  • César Sequeira

    Este ano a F1 promete, não há dúvida.Deixa-me discordar quando comparas Alonso e Massa a Senna e Prost. A única coisa que é comparável é a disputa do 1º e 2º carro, porque em qualidade, nem sequer Alonso (um dos melhores da actualidade) chega perto deles, quanto mais Massa, que para mim é um piloto muito fraco.Em relação ao Schumacher, espero profundamente que tenha, aquilo que merece, nem sequer chegar a um pódio.A disputa entre Hamilton e Button será feita pacificamente, quando a mim. Button não é um piloto conflituoso, ao contrário do seu compatriota, mas mesmo assim não estou a ver grandes problemas.Quanto ao título, gostava que fosse novamente para Button.

  • Carlos Serrao

    Viva,estou de acordo contigo quando dizes que o Alonso e o Senna não se comparam… aliás, não existe nenhum piloto actualmente que se lhes possa comparar… muito sinceramente.Hoje em dia, o trabalho dos pilotos está muito facilitado por toda a tecnologia que têm à sua disposição.Quanto ao Schumacher, apesar de não o apreciar muito como pessoa, acho que é um bom piloto, e acho que vai conseguir fazer qq coisa de interessante na Mercedes.O título gostaria que fosse para a Ferrari… tvz para o Filipe Massa, pois acho que já o mereceu e não o conseguiu por manifesto azar.

  • RSS
  • Twitter
  • Buzz
  • LinkedIn
  • Flickr