Carlos Serrão

as minhas notas e página pessoal…

Já está… tenho o iPhone OS 3.0… e agora?

| 11 Comments

Depois de alguns problemas com a instalação do iPhone OS 3.0, devido à indisponibilidade do servior de activação da Apple (imagino que estivesse toda a gente a actualizar por aqueles momentos), eis que depois de tentar e esperar, lá consegui finalmente.

Vi e reli já muitos artigos a enaltecerem as novas funcionalidades do novo iPhone OS, mas ainda não encontrei quase nenhum que falasse um pouco do reverso da medalha. Não há dúvida que este iPhone OS 3.0 é melhor… muito melhor que o anterior, mas… deixa-me alguns “amargos de boca”. Aqui ficam os principais aspectos que eu considero que não estão ter a devida atenção:

  1. Voice Control: esta é uma funcionalidade que apenas está presente no iPhone 3GS, e eu não percebo porquê. Se bem consigo perceber, o que esta funcionalidade faz, é “perceber” através do microfone, o comando dado por voz pelo utilizador, e depois de interpretar o sentido do mesmo, executá-lo. Pois bem, tendo o iPhone 3G um microfone, tenho poucas dúvidas que essa funcionalidade poderia estar perfeitamente implementada no mesmo. O único motivo pelo qual a mesma não está, prende-se com um simples facto – o negócio. Ou seja, a Apple não acreditava que a velocidade, o tamanho, a melhor câmara, fossem argumentos suficientes para “vender” o novo iPhone 3GS, e vai daí, resolveu limitar todos os iPhone 3G com uma versão mais redutora do 3.0;
  2. Vídeo: mais uma funcionalidade que está presente no 3GS, e que os utilizadores do 3G se viram privados. Pelo que tive oportunidade de pesquisar na Web, está é uma funcionalidade a que os utilizadores que efectuaram um jailbreak ao seu iPhone 3G têm acesso. Há uma aplicação chamada iPhone Recorder, que permite a gravação de vídeo e de áudio através do iPhone. Se esta aplicação consegue fazer isso, não percebo porque a Apple não disponibiliza isso com o iPhone OS 3.0 para 3G e apenas o faz para o 3GS. É certo que a câmara no 3GS é melhor, os vídeos terão melhor qualidade, mas mesmo assim preferia ter a possibilidade de gravar vídeos de baixa qualidade, a não ter essa possibilidade de todo. Portanto, este não é um problema do hardware do iPhone, é antes mais uma prática vergonha de forçar os argumentos para a compra do 3GS;
  3. Bluetooth: com esta nova release do iPhone OS, foram dados alguns passos muito importantes na melhoria desta funcionalidade no iPhone, e sem dúvida que uma das mais importantes é a possibilidade de fazer tethering através do bluetooth, ou seja estabelecer uma ligação bluetooth entre o computador e o iPhone e usar o iPhone para fornecer acesso à internet ao computador. Sem dúvida que é uma funcionalidade importante. Mas, onde estão as funcionalidades mais mundanas do bluetooth e que todos nós já nos habituamos a usar noutros telemóveis? Por exemplo, como faço para enviar um contacto que tenho na minha agenda no iPhone, para outro telemóvel, através do bluetooth? Como faço para enviar (ou receber) uma foto que tirei no meu iPhone para outro telemóvel através do BT? E consigo arranjar mais exemplos… Parece-me uma utilização muito redutora do BT, e sinceramente esperava mais… muito mais.

Como já disse muitas destas decisões não são técnicas, mas sim de negócio. Uma clara tentativa a forçar a compra do novo 3GS, quando as mesmas funcionalidades (se bem que eventualmente mais lentas, com menor qualidade e com um desgaste maior da bateria) poderiam (e na minha opinião deveriam) estar presentes nos 3G também.

Por outro lado, palpita-me que a Apple se prepara em breve para deixar alguns dos utilizadores dos iPhone 2G e 3G pendurados, quando de futuro só lançar actualizações para os 3GS. Espero estar enganado, muito enganado mesmo.

Posto isto, e se as coisas se mantiverem, e não tendo qualquer intenção de ir a correr comprar um iPhone 3GS, posso ponderar num futuro próximo efectuar o jailbreak do meu iPhone 3G. E provavelmente não serei o único…

  • Helder

    Desculpem lá, queixam-se de quê?!? A Apple é uma empresa privada com software proprietário. Tem, neste caso, todo o direito de fazer como lhe der na real gana (como aliás sempre o fez no seu já longo percurso de vida…). Não gostam, apoiem opensource e os seus projectos, assim teram menos possibilidades (ou nenhumas) de lhes acontecer isto.Quando compram software e hardware proprietário têm que ter isso em conta…

  • Carlos Silva

    As politicas de não actualizar o SO nos modelos antigos, não é só praticado pela Apple, os fabricantes de PDA/Phones da plataforma Windows Mobile têm o mesmo (mau) hábito. A HTC só costuma disponibilizar novas ROMs do Windows mobiles em casos muito pontuais.No meu caso ainda foi mais grave porque a HTC lançou 2 versões do mesmo telemovel P3600 (com Windows Mobile 5.0): uma versão para os países ocidentais e outra para os países asiáticos. Qd a Microsoft lançou o WM 6.0, a HTC Asia lançou uma ROM com WM6 para a versão asiatica do P3600 e o resto do mundo não teve direito a esse upgrade.Infelizmente é a politica de “matar” produtos com 2 anos e “obrigar” a comprar novos modelos.Carlos Silva

  • Carlos Serrao

    O facto de pensares isso, e bem, não quer dizer que não nos possamos queixar…Para além do OpenMoko, não estou a ver mais nenhum telemóvel que seja open-source…

  • ArmPauloFerreira

    Da mesma forma com tudo o que refere, o MMS também não se encontra disponível na renovada aplicação Mensagens e não aparece nos menus contextuais como uma forma de envio de fotos por exemplo.Suspeito que terá algo relacionado ainda com a capacidade da operadora, no meu caso a Vodafone, em permitir ou suportar o MMS pelo estilo novo da Apple. Eu até nem uso o MMS e é claro que sabemos que a Vodafone para esse fim disponibilizou uma aplicação para o iPhone (que tenho e é bastante funcional mas que me parece não estar preparad ainda para o OS 3.0).Quanto ao video… acho mesmo uma pena enorme ele continuar a não filmar e relegar essa funcionalidade apenas para o novo modelo por decisão de estratégia comercial. O mesmo digo para o reconhecimento de comandos por voz.O Bluetooth ainda não verifiquei… mas espero que funcione tudo o que foi apregoado pela Apple.

  • Carlos Serrao

    Dois anos… mas o meu iPhone 3G tem 6 meses :-(

  • ArmPauloFerreira

    Afinal o MMS e algumas mais coisas passam a funcionar. Basta reiniciar o iPhone para ele fazer um reboot…

  • Carlos Serrao

    Sim, já sabia disso… experimenta agora enviar uma imagem por BT para um PC com BT, por exemplo.

  • ArmPauloFerreira

    Não dava e depois do rebbot continua a não dar. Aqui no Mac diz que o a dispositivo não tem todos os recursos…Acho que temos um semi OS 3.0… se calhar vai ficar completo aos soluços…

  • Carlos Martins

    Eu também tenho criticado bastante essas limitações ao 3G, o voice e as novas funções de acessibilidade, e até a gravação de vídeo, seriam perfeitamente possíveis de implementar.Deixar de suportar os modelos antigos, acho que não vai fazer esse erro – aliás, uma das “vantagens” que o iPhone tem tido é exactamente esse suporte “continuado”, que traz alguma garantia.Quem tiver um iPhone 1st Gen, continua a ter acesso a este 3.0 com todas as funcionalidades e performance acrescida (excepto os MMS, também artificialmente removidos.)Não concordando, posso compreender que é a forma que a Apple tenha encontrado para “empurrar” os clientes para os novos modelos.Para além disso; os iPhones 1st gen e 3G são neste momento a esmagadora maioria do mercado iPhone… e veremos que tal o 3GS se implementa no mercado.Até que o 3GS atinja uma quota relevante, não estou a ver muito interesse em apostar em apps 3GS-only.Infelizmente, pensava que iria estar menos tentado a trocar o 3G pelo 3GS… mas depois de ver os comparativos lado-a-lado e ver as diferenças de velocidade… tenho que confessar que neste momento estou seriamente a pensar trocá-lo pelo novo modelo. Mas… ainda vai ser coisa para analisar friamente, quando soubermos os preços oficiais, etc…

  • kincas

    Até podia ter 2 dias.Ele foi lançado há bem mais de 6 meses. O iPhone 3G foi lançado em Junho de 2008 (há um ano).Era o mesmo de comprar um portátil (que saiu há um ano) e no dia seguinte a marca lançar um novo modelo.É perfeitamente “normal”.

  • Carlos Serrao

    Pois sim,… pois sim…

  • RSS
  • Twitter
  • Buzz
  • LinkedIn
  • Flickr