Carlos Serrão

as minhas notas e página pessoal…

BSG – A chegada à Terra

| 3 Comments

A série de culto BS Galactica chegou finalmente ao fim – com pena minha devo acrescentar. Após quatro temporadas fenomenais, esta última temporada, culminou com a chegada em conjunto dos sobreviventes humanos e dos Cylon renegados ao planeta Terra (quem não viu, ignorem esta frase e o texto que se vai seguir).

A BSG não era uma série de SciFi qualquer. E daí o seu grande êxito. Em primeiro lugar, porque era uma continuação de uma série televisiva com algum sucesso de 1978, no entanto com diferenças consideráveis com a mesma. Por outro lado, e mais importante, por ser uma série que conseguia conjugar os aspectos pessoais, humanos e espirituais com outros mais comuns no género, e tudo na medida correcta.

Podemos gostar mais ou menos do final, mas é certo que os argumentistas pegaram num tema controverso – a origem da vida humana na Terra. Segundo eles, ainda hoje existem híbridos humanos-cylon no planeta Terra. No entanto, e um pouco como em todas as série de SciFi existem alguns aspectos bem difíceis de “engolir”. Um dos mais difíceis é o facto de me parecer pouco convincente, que uma civilização bastante avançada, chegue a um novo planeta, e de repente resolva abdicar de todo o seu avanço e potencial tecnológico à sua disposição. Aliás, seria muito difícil chegar a um consenso entre os 50,000 sobreviventes humanos, e outros tantos Cylon, sobre este aspecto muito particular.

Mas em resumo final, toda a série, a sua história e enredo estão muito bem conseguidos. O final é igualmente muito bem conseguido.

É pena que tenha chegado ao fim. Mas pronto, tudo o que é bom tem um final.

  • Filipe Freitas

    Durante todo aquele tempo, eles estiveram confinados a ambientes fechados, sombrios e metálicos das naves, e perseguidos constantemente.A visão da natureza e de poderem assentar definitivamente em paz é muito melhor que a visão de passearem com as naves.E eles não renunciaram totalemente à tecnologia..vimos um acampamento deles, e o Adama até passeou num Raptor..

  • Carlos Serrao

    Bem, sobre este ponto devo discordar…Primeiro não se trata apenas das naves mas de uma série de outras coisas que lhes poderiam facilitar a vida num planeta desconhecido. Nem estou a falar na possibilidade de usarem o FTL das naves para andarem a dar uns pulinhos interestrelares.Quanto ao Raptor do Adama, essa parte não ficou muito bem contada…De qq forma se eles tivessem ficado com o Raptor, ou qq outra coisa, penso que 150.000 anos depois isso teria um impacto maior no desenvolvimento tecnológico da Terra.Mas como tudo, deixaram isso à nossa imaginação/critério.

  • ognito.inc

    Vi a 1ª série em miúdo e adorei e vi as três primeiras temporadas desta. Sinceramente já falta paciência para as séries que duram e duram temporada após temporada, com voltas e mais voltas no enredo para esticar. Deixei de ver, tal como tinha deixado e ver o Lost e o Prison Break. Por isso gostei desta notícia. A serie chega ao fim, a um fim natural, não por descontinuação / cancelamento! Talvez reveja e veja as temporadas em falta!

  • RSS
  • Twitter
  • Buzz
  • LinkedIn
  • Flickr