Carlos Serrão

as minhas notas e página pessoal…

Apple e o iPhone 3.0

| 0 comments

É já amanhã que a Apple vai apresentar, a uma audiência seleccionada, a nova versão do software para o iPhone – iPhone 3.0. Como não poderia deixar de ser, e visto ser um seguidor dos produtos da Apple desde há algum tempo, e de ser um orgulhoso detentor de um Macbook Pro e de um iPhone, gostaria de comentar (sugerir) alguns aspectos que considero que deveriam ser mais trabalhados pela Apple no iPhone.

Fala-se muito do copy-paste, é certo. Mas, para ser sincero, como utilizador do iPhone não considero o copy-paste uma das funcionalidades mais desejadas do iPhone. É uma daquelas funcionalidades que se existirem até as podemos usar, mas também se não existirem, passamos bem sem elas. Posso contar pelos dedos de uma mão, desde que possuo o iPhone, as vezes que desejei ter copy-paste no iPhone.

Considero que existem funcionalidades que não implementadas no iPhone que, no meu entender, são muito, mas mesmo muito, mais necessárias que o copy-paste. Vamos lá saber quais… sem qualquer ordem de preferência.

Em primeiro lugar, o SMS. A forma como a Apple implementou o SMS é sexy, mas absolutamente redutor. Não compreendo como num dispositivo destes, não é possível re-encaminhar um SMS recebido, ou não é possível enviar um contacto por SMS. Por outro lado, não é possível apagar um SMS específico sem apagar toda a thread de conversação SMS. Como vos dizia, é absolutamente redutor. Espero novidades neste campo amanhã.

Em segundo lugar, o Bluetooth. Como é que um dispositivo deste calibre, não permite que eu possa transferir ficheiros por BT? Por exemplo, tiro uma foto, e depois não a posso passar para outro dispositivo por BT? Ou receber ficheiros por BT? Sei que o objectivo da Apple era de fechar o iPhone o mais possível para poder lucrar com a venda de conteúdos extra através do iTunes ( ringtones, p.e.), mas bolas, não me parece ser esta a forma mais inteligente de o conseguirem. Mais uma vez, espero ter novidades neste campo amanhã.

Em terceiro lugar, a possibilidade de utilizar a câmara do iPhone para gravar vídeos. É uma das coisa que não percebo o porquê da Apple não ter lançado isso de raíz. Espero que haja novidades neste campo amanhã também.

Finalmente, o GPS. Isto do Google Maps é interessante mas muito mais interessante era ter mesmo uma aplicação GPS, em que os mapas estivessem no dispositivo, e com indicações turn-by-turn, como existem em dispositivos semelhantes. Mais uma vez espero que haja novidades em relação a isto também.

Existem outros dois aspectos que considero que seriam igualmente boas surpresas amanhã (mas se calhar já estou a pedir demasiado). O primeiro era a possibilidade de se usar o iPhone como meio de acesso à Internet, para o notebook (ou seja, a possibilidade de usar o iPhone como modem, substituindo a placa 3G – tethering). O outro seria a possibilidade de ver o iPhone a poder correr aplicações em background, abrindo-se verdadeiramente um novo mundo de possibilidades para o dispositivo, e o que se poderia fazer com o mesmo.

E estas são, resumidamente as minhas expectativas para amanhã. Para já as previsões do Kevin Rose são uma desilusão.

Amanhã cá estarei, se possível, para ver se as mesmas foram correspondidas ou não.

  • RSS
  • Twitter
  • Buzz
  • LinkedIn
  • Flickr