Carlos Serrão

as minhas notas e página pessoal…

Aprender Symfony a sério

| 1 Comment

As frameworks de PHP estão na moda. A implementação de aplicações web-based recorrendo ao paradigma MVC (Model – View – Control) também.

Pessoalmente, e depois de muito tempo a desenvolver em diversas linguagens programação (começando pelo BASIC, o C e pelo C++), e depois de ter um extenso trabalho com o PHP e de até ter escrito alguns livros, a minha opinião sobre a utilização de frameworks é um pouco mista. Ou seja, existem situações em que a utilização de uma framework é claramente vantajosa, devido à extensão do projecto (um projecto muito “quadradinho” em que segue um conjunto de procedimentos standard e oferece um conjunto de funcionalidades também standard), e tendo em conta que muito do trabalho a fazer já é realizado pela própria framework. Mas depois existem igualmente muitos casos em que a utilização de frameworks apresenta claramente desvantagens, nomeadamente se estivermos a falar de projectos com alguma especificidade e de reduzida dimensão. Como alguém me dizia algumas vezes, porquê “usar um canhão para matar uma mosca”?

No mundo das frameworks em PHP existem muitas e boas escolhas. O Zend Framework parece estar a ganhar importância no mundo das mesmas e a posicionar-se assim como uma framework de referência. Outra das frameworks com boas provas dadas, e uma das minhas favoritas é o Symfony.

O Symfony é uma framework de desenvolvimento em PHP, criada e mantida pela SensioLabs (uma empresa francesa), que oferece uma arquitectura, componentes e ferramentas para a construção de aplicações web complexas, em que o tempo seja uma variável crítica.

Uma das melhores formas para aprender a trabalhar com o Symfony é usar o site que for criado com o propósito de ensinar a usar a framework, e que permite a sua aprendizagem em 24 dias (até menos, depende do ritmo de cada um) – o Jobeet. O Jobeet é um projecto que foi criado com o intuito de ensinar aos programadores a usar a framework Symfony. Oferece informação desde a instalação e configuração da framework, até todos os detalhes de desenvolvimento da aplicação web.

A informação deste site pode ser ainda complementada com o livro que foi recentemente lançado, e que se chama “Practical symfony“, e que pode ser obtido no Lulu.com.

Enfim, uma forma simples, mas completa, para aprender a trabalhar com esta framework.

  • Gabby

    Olá estou estudando Symfony para meu trabalho de conclusão de curso. Gostaria de trocar idéias com quem entende do assunto. Se possível, me add no msn. Obrigada!

  • RSS
  • Twitter
  • Buzz
  • LinkedIn
  • Flickr