Carlos Serrão

as minhas notas e página pessoal…

OpenOffice 3 Beta em Mac OS X

| 0 comments

Disclaimer: Este post ilustra apenas a minha experiência pessoal com a versão Beta do OpenOffice 3 para Mac OS X, o que significa que outros utilizadores poderão ter experiências diferentes.

Ok, feito isto, vamos lá então…

Em primeiro lugar, o OpenOffice (mais precisamente, o NeoOffice) tem sido a minha plataforma Office de eleição para a plataforma Mac, desde que mudei do ambiente PC, há cerca de 1 ano e meio atrás. Utilizo-o com frequência para processamento de texto e para folha de cálculo. Só não uso para apresentações, pois o Keynote, continua a ser (em minha opinião, melhor).

Desde que a Microsoft introduziu o Microsoft Office 2008 for Mac (e principalmente depois do SP1), que apareceu um novo competidor de peso no mercado de aplicações de produtividade para a plataforma Mac/Intel. É de facto um bom produto, que ainda por cima é parecido com a versão em Windows (importante para quem é um switcher).

Recentemente resolvi experimentar a nova versão do OpenOffice 3 (a primeira versão OpenOffice nativa para Mac, pois as anteriores necessitam do X11), e foi uma agradável surpresa. Promete ser muito bom e traz algumas funcionalidades que são muito interessantes. A saber (pelo menos as que considero mais relevantes):

  1. Diferentes visualizações dos documentos, em particular, a possibilidade de visualizar 2 páginas em simultâneo;
  2. Possibilidade de visualizar as notas introduzidas nos documentos, imediatamente na margem do nosso documento;
  3. Suporte melhorado para OOXML (embora isto não me interesse muito), melhorando a compatibilidade com outras suites de office;
  4. A compatibilidade com plataformas Windows e Linux (em especial através de formatos de ficheiro normalizados ISO – ODF).

É uma versão promissora, mas que ainda tem algum caminho (e desenvolvimentos) pela frente. Assim, como aspectos negativos desta nova release beta do OO3, saliento a velocidade (ou a falta de), e a renderização dos documentos (que continua a ser muito precária). Mas estou convencido que a versão final, quando sair, será bem melhor.

Para já, fico com o NeoOffice. É veloz, e acima de tudo compatível com o OpenOffice.

  • RSS
  • Twitter
  • Buzz
  • LinkedIn
  • Flickr