Carlos Serrão

as minhas notas e página pessoal…

Eu e o iPhone…

| 2 Comments

Estamos mais ou menos a dois dias do lançamento da tão aguardada segunda geração do iPhone (também conhecido como iPhone 3G). Desta vez o lançamento é mundial, e Portugal vai ser igualmente contemplado com o mesmo.

Como da primeira vez (talvez um pouco pior do que da primeira vez), a histeria instala-se. Começam a ser formadas as primeiras filas nas lojas, e o número de reservas do aparelho atinge volumes históricos.

Eu sempre disse que queria um iPhone, mas…

… confesso que as condições que são apresentadas para o mesmo pelas operadoras portuguesas (em especial pela Vodafone, da qual sou cliente) deixam muito a desejar.

Deixam a desejar, não pelo preço do dispositivo em si, que já se esperava que fosse caro, mas pelos tarifários que envolvem a fidelização com um contrato de 24 meses. Estes tarifários, colocam o preço do dispositivo a variar entre os 129,90€ e os 389,90€, consoante o plano subscrito (Best iPhone 100, Best iPhone 230 ou Best iPhone 500).

Media_httpwwwallofads_kjfhh

No meu caso particular, e devido ao número de chamadas que faço ser relativamente reduzido e de pouca duração (não sou um grande falador ao telemóvel), iria provavelmente aderir ao tarifário Best iPhone 100 ou 230, o que faria com que tivesse que pagar para o Best iPhone 100, 299,90€ pelo equipamento, mais 29,90€ x 24 meses = 717,6€ o que dá um total de 1017,5€ (no final de 2 anos). No caso do Best iPhone 230, teria que pagar 219,90€ pelo equipamento, mais 44,90€ x 24 meses = 1077,6€, ou seja no total o investimento a fazer é de 1297,5€!

O volume de tráfego incluído em qualquer dos tarifários é no mínimo anedótico. Fala-se tanto em Portugal de Banda Larga, e depois impõem-se estes limites (250 MB) que são do século passado. A fazer fé no que foi escrito aqui, este valor não só é insuficiente, como se esgotará sem que o cliente sequer se aperceba ou possa controlar.

Por isso, o mais provável é que se esgotem os 250MB incluídos num abrir e fechar de olhos, e o tráfego consumido (por mês) seja na realidade mais próximo de 1GB. Ou seja, aos preços acima, temos que acrescentar ainda cerca de 45€ por mês. Feitas as continhas, o valor real a pagar por um iPhone, na Vodafone, são os que se apresentam abaixo.

Media_httpcarlosserra_urogq

É por isso que vos digo, ter um iPhone em Portugal é um investimento relativamente elevado (se não me enganei nas contas), mesmo que diluído no tempo (24 meses). É também por isso, que se a Vodafone Portugal não mudar a sua política de tarifários, especialmente no que diz respeito ao tráfego incluído, não me vejo a possuir um destes gadgets fabulosos.

A minha esperança é que a Vodafone Portugal reveja no futuro estes tarifários, e que os tarifários profissionais sejam mais apelativos (não percebi ainda se estes são também ou não os tarifários profissionais).

  • Carlos Martins

    Não ponho em causa que os 250MB sejam ridículos, e que 1GB seria o ideal.No entanto, em uso normal, acho que um valor mais realista seria cerca de 500-600MB. 1GB gasto eu no PC de casa, em uso intensivo (não considerando downloads de ficheiros grandes – algo que também nao se faria num dispositivo móvel.)O uso que antecipo que mais tráfego possa gastar no Iphone, seriam ver uns vídeos do Youtube, e andar a passear pelo Google Maps (e não tenho noção do quanto isto poderá representar.)No meu caso ainda, tendo em conta que tenho Wifi disponível durante a maior parte do dia (quer no work, quer em casa) os limites 3G passam a ser menos problemáticos, sendo apenas usados quando “na rua” ou em “ferias”.De qualquer maneira… como disse no início, é rídiculo cobrar 20 Euros por 250MB num pacote “especial de corrida” para o iPhone – que acabar por ser mais caro ainda que o anterior pack internet de 7.5Euros por 100MB (0.8 vs 0.75 centimos por MB)Especialmente quando a mesma vodafone, cobra em Itália “apenas” 10 Euros por 600MB.E caso opte por ficar com um, muito me vou rir – e chateá-los diariamente – sobre a forma de como poderei controlar diariamente o consumo utilizado!(Até a Netcabo se livrou disso… com as suas obsoletas páginas de controlo dos consumos nacionais/internacionais a estarem sempre em baixo) A Vodafone ainda não sabe no que se está a meter…

  • Carlos Serrao

    Certo,tvz 1 GB seja um exagero de facto.Mas tvz para ambiente empresarial, em que se pretende aceder ao email, agenda, contactos, calendário e sincronizar ambos, isto vá contribuir em muito para fazer crescer o tráfego.Como disse estou á espera de saber quais as condições quer de aquisição quer de tarifas para clientes empresariais.

  • RSS
  • Twitter
  • Buzz
  • LinkedIn
  • Flickr