Carlos Serrão

as minhas notas e página pessoal…

Time Machine e os backups em Mac OS X

| 0 comments

Descobri recentemente que existe uma forma ainda melhor de aproveitar a forma como os backups do Time Machine estão integrados com a plataforma Mac OS X (Leopard). Já era sabido, que era possível recuperar o sistema a partir dos backups da Time Machine, o que permite que possamos recuperar todo o sistema a partir de um backup Time Machine realizado numa drive externa.

Isto é de facto uma excelente funcionalidade que permite que se possam realizar recuperações de sistema muito mais rápidas, sem termos que passar pelo processo penoso de instalar todo o sistema, desde a instalação do sistema operativo até a cada uma das aplicações individuais e os nossos próprios dados e ficheiros.

Mas hoje, descobri uma forma ainda melhor de operacionalizar os backups do Time Machine, fazendo com que os mesmos sejam bootable, de forma a que seja possível efectuar uma recuperação do sistema, como se tivessemos instalado o Mac OS X (Leopard) de raíz. Todo o processo se encontra descrito aqui, mas em forma de resumo aqui ficam os diversos passos a seguir:

  1. Em primeiro lugar, estou a partir do pressuposto que os vossos backups estão a ser efectuados para um segundo disco ou uma drive externa, e que possuem uma cópia do Leopard Install DVD. Atenção que este processo irá apagar todos os dados da vossa drive de backup;
  2. Depois de verificados estes mesmos pressupostos, basta correr a aplicação Disk Utility, e inserir o DVD do Leopard na drive;
  3. A partir do Disk Utility, devem fazer um Restore da vossa drive de backup, a partir do DVD de instalação do Leopard (source: DVD de Instalação do Leopard, destino: drive de backup do Time Machine). No Disk Utility podem fazer drag and drop das drives que se encontram listadas à esquerda directamente para cima dos campos source e destination. Depois é só carregar no botão Restore, e aguardar…. algum tempo;
  4. Quando o processo de restore terminar, basta configurarem o Time Machine para usar como drive de backup, a drive em fizeram o restore;
  5. E já está, passam a ter um backup do TimeMachine a partir da instalação original do Leopard.

Nota Final: isto é um processo moroso, pelo que convém que salvaguardem algum tempo para o mesmo.

  • RSS
  • Twitter
  • Buzz
  • LinkedIn
  • Flickr