Carlos Serrão

as minhas notas e página pessoal…

Perseguidos pelos preços

| 6 Comments

Continuamos sempre a ser perseguidos pelos preços. E por essa “anormalidade” que dá pelo nome de Imposto Automóvel.

Veja-se o exemplo deste novo SUV da Peugeot – o 4007.

Preço em França da versão topo de gama: cerca de 38.200 euros.

Preço em Portugal da mesma versão: cerca de 51.400 euros (a mais barata são “apenas” 47.400 euros).

Bolas, que é demais!!!

Media_httpcarlosserra_ebifx

  • Carlos

    Oh, e então não se percebe porquê?Porque ganhamos MUITÍSSIMO mais que os franceses ó-pois-tá-claro! E o nosso gasoilo então? É de borlex!(se formos a levar isto a sério, já tinhamos dado em loucos há muito!)Eu só gostava de ser rico para por o Governo Português em Tribunal! É pagar tudo e mais alguma, e depois ter que pagar tudo novamente. É a ilegalidade de impostos sobre impostos a roubar os portugueses ano após ano, sem que nada se altere. É de ficar DOENTE!Mas ei, estamos na Europa, somos Europeus, eia! Que bom!Mercado e livre circulação é pro tecto!Já nem pediamos descontos, só queremos pagar o preço que os outros pagam!

  • Carlos Serrao

    É isso mesmo!

  • Luís Miguel Silva

    Outro teste simples é ires ao site da Porsche e comparares o preço entre o site Alemão e o Português para o mesmo modelo de carro! ;o)Hugz,Luís

  • dangelo

    Aqui no Brasil é pior ainda, aqui o carro nem chega, e se chegar vai ser por uns 70.000 euros no minimo.

  • Carlos Serrao

    @LuísCerto… mas como as possibilidades de comprar um Porsche são infinitamente remotas, nem me vou preocupar muito com isso 😉

  • Carlos Serrao

    @dangeloDangelo, não me leves a mal, mas no Brasil até entendo os motivos da diferença dos preços…Agora estamos a falar de dois países europeus (portugal e frança), ambos membros da UE, de um carro fabricado na UE, em que um dos principios basilares é a livre circulação de bens e de pessoas, e depois por uma estupidez de um imposto, que há muito deveria ter sido abolido, temos esta diferença anormal nos preços dos carros.Mais, acresce o facto, que o nosso querido Governo (não apenas este, mas todos) faz dupla tributação de impostos, ou seja, aplica o IA, e ainda por cima deste aplica o IVA.Comprar em França, ou em Espanha poderia ser a solução… mas se quisesses “legalizar” o carro em Portugal, terias que pagar os impostos na mesma.Ou seja, a solução talves seja mesmo mudar de país… por muito que isso me custe.

  • RSS
  • Twitter
  • Buzz
  • LinkedIn
  • Flickr