Carlos Serrão

as minhas notas e página pessoal…

Caro Tony Parsons…

| 0 comments

Media_httpwwwloveread_shfop

Hoje recebi numa das mensagens do PlanetGeek, o URL para um artigo escrito por um colunista de um pasquim pestilento inglês de seu nome Tony Parsons. A coluna, escrita no Mirror, intitula-se “OH, UP YOURS, SENOR” e é a mais pura afirmação de como alguns ingleses são arrogantes e estúpidos. Este tal de Tony, escreve sobre a opinião do Embaixador Português na Grã-Bretanha, sobre o caso McCann, e como as relações entre ambos os países podem ter sido afectadas pelo caso. Começa ele….

Portugal’s ambassador to Britain, Senor Antonio Santana Carlos, says that the Madeleine McCann case has seriously damaged relations between the two countries. Well, whose fault is that?

Bem não tenho qualquer dúvida que a culpa é nitidamente dos serviços britânicos. A começar pela demora dos resultados de ADN… mas não só.

It is the fault of the spectacularly stupid, cruel Portuguese police. I have never much cared for the convention of calling cops “pigs” or “filth”, but I am happy to make an exception.

Olhem como este “carapau de corrida” trata de chamar à polícia portuguesa. Tenho a certeza que esta sua opinião não é apenas dirigida aos agentes portugueses, mas a todos os portugueses em geral. Espero que o Tony nunca ponha por cá os pés em Portugal. De ingleses da laia dele, estamos nós por cá fartos e não precisamos de mais.

They have tried to cover their humiliation at coming nowhere close to finding that stolen child by fitting up her parents.

Talvez Tony, nunca te ocorra que podem ser os próprios McCann que desejem isso. Tony, devias ter visto a última entrevista dos teus amigos McCann à Antena 3 espanhola. Se aquilo não é um sinal de quem está de alguma forma comprometido, não sei o que será. Mas claro Tony, tu não perdes tempo a ver televisão de países que tu consideras como “inferiores” ao teu.

The decline in relations is also the fault of the appalling Portuguese media, happy to print any piece of poisonous trash spoon-fed to them by “police sources” treating the abduction of a small child as light entertainment.

Oh Tony, isso vindo de um jornalista merdoso como tu, e de um país que tem dos media mais merdosos do Mundo inteiro, é para nós, orgulhosamente portugueses, um verdadeiro elogio. Obrigado por nos lembrares isso Tony.

And the Portuguese public must also take their share of the blame. The sight of locals jeering at Kate McCann as she went in for questioning made me feel as though these leering bumpkins were not from another country, but another planet.

Tony, não fomos nós que atiramos a matar a um pobre brasileiro que estava calmamente no metro de Londres. Antes de falar mal dos portugueses, e da autoridades policiais, devias antes olhar para essa porcaria que tens “indoors”. Ou achas que a Scotland Yard é melhor que a polícia portuguesa, só porque tem um nome pomposo, apesar da merda que faz no dia a dia?
And the good ambassador can also be blamed for the decline in relations. When he should be exercising a little diplomacy, he huffs and he puffs about the McCanns’ tragic decision to leave their children sleeping alone on the night Madeleine was stolen.
Tony… puto, tu drogas-te ou quê? Decisão trágica? Naquela noite? Tony só prova que não sabes a ponta de um boi. Qualquer pessoa normal sabe que isso era prática habitual, e que não aconteceu fatidicamente apenas naquela noite. Não foi uma noite… foram várias. Eles criaram a oportunidade para que isso acontecesse. E vamos partir do princípio que a Maddie foi efectivamente raptada por terceiros…
“In Portugal we have the concept of a nuclear family,” sniffs Senor Carlos. “That the families all live together.” They made a mistake, ambassador. Their lives have been wrecked. That is punishment enough, without your asinine, unwanted comments.
Erro? Qualquer pessoa normal, principalmente se tem filhos, sabe que deixar crianças de tenra idade sozinhas em casa, arrisca-se a que o pior possa acontecer. Um número impensável de situações trágicas acontecem em segundos, quanto mais no período de tempo que os putos dos McCann foram abandonados pelos pais. Desculpa-me lá a frieza das palavras, mas não me ocorre melhor termo para o descrever – abandono, puro e simples.
Queriam poupar uns cobres numa baby sitter… para poderem aproveitar melhor as noites algarvias… pois as consequências foram devastadoras.

And I would respectfully suggest that in future, if you can’t say something constructive about the disappearance of little Madeleine, then you just keep your stupid, sardine-munching mouth shut.

Tony, nós por cá comemos sardinhas… tu por aí delícias-te com uma bodega qualquer a que chamam “Fish and Fries”, embrulhada nas folhas de jornal do mais nojento dos jornais ingleses – o mesmo em que tu escreves estas baboseiras. Tony, não é que me interesse muito a porcaria que escreves, mas a mesma toca-me como português, pela quantidade de ofensas que a mesma contém. Espero que nosso embaixador e o nosso Governo continue a defender as suas forças policiais, o bom nome de todos os portugueses e de Portugal.
Cá para mim Tony, tu já fazes parte do payroll dos McCann, nesta sua nova campanha de imagem… parabéns… mas diz-nos lá quanto recebeste?
  • RSS
  • Twitter
  • Buzz
  • LinkedIn
  • Flickr