Carlos Serrão

as minhas notas e página pessoal…

Ainda me queixo da TV portuguesa

| 0 comments

Bem, acho que me vou deixar de queixar da TV em Portugal. Eu queixo-me frequentemente de alguns dos péssimos programas que temos actualmente em Portugal, em qualquer um dos nossos canais (mesmo aqueles, ditos, de serviço público, com a excepção honrosa da 2), mas depois de passar algum tempo a “gramar” com TV espanhola, fico com a sensação que a nossa programação televisiva é a melhor do mundo.

É impressionante ver, dia após dia, canal após canal, a porcaria que metem nas televisões. E depois penso… se metem esta porra na TV, é porque este tipo de programas têm audiência, e muita!

Para terem uma ideia do que estou a falar, deixo-vos aqui com alguns exemplos:

  • “Gran Hermano”, é assim que por aqui se chama o programa “Big-Brother”, que também teve três ou quatro edições em Portugal. Por aqui já vai na sétima edição, e pelo que percebo ainda com alguma audiência relevante. Os promotores do programa, vão sempre inventando coisas novas no programa, para tentar colar o público, e cada uma é mais degradante do que a anterior;
  • Noutro canal, têm outro programa do mesmo género. Chama-se “Super Modelo”, trata-se de um conjunto de moças, que estão igualmente fechadas numa casa, e que fazem de tudo para serem “super modelos”. E, para variar, com alguma audiência;
  • Outro tipo de programas por aqui é aquilo que eu designo por “programas de devassa pública da vida privada”. Ou seja, programas com um painel de convidados, que passam horas a fio a discutir a vida privada, os casos, os romances, as traições, etc. daqueles que são “colunáveis” por aqui. É certo que a industria “cor-de-rosa” por aqui é muito importante, mas acho que está a ser levada ao extremo. E depois levam mesmo esses “colunáveis” ao programa, e confrontam-nos com tudo o que aparece nas revistas e com o público no estúdio… enfim, miserável.

Existem mais exemplos, mas não vale a pena ir muito mais longe. Enfim, por muito má que a nossa TV seja, continuo a preferí-la a esta. Enfim, com a excepção que a F1 dá em canal aberto ;-).

  • RSS
  • Twitter
  • Buzz
  • LinkedIn
  • Flickr