Carlos Serrão

as minhas notas e página pessoal…

América, terra de sonhos e oportunidades, terra da liberdade…

| 7 Comments

… ou talvez não.

Este caso tem vindo a crescer em atenção (“Don’t tase me, Bro!“), e de facto muitas dúvidas se levantam relativamente à realidade das actuais liberdades nos Estados Unidos.

A este jovem foram negados 2 direitos fundamentais consagrados na Constituição americana: 1) o direito à liberdade e à igualdade, neste caso a liberdade de colocar questões (mesmo que difíceis e provocatórias) a um congressista, e 2) saber a razão pela qual estava a ser detido, o que nunca lhe foi dito.

Por vezes questiono-me… estão estes tipos com medo que o Irão ou a Coreia do Norte possam dominar a tecnologia das armas nucleares, quando eles próprios são a maior potência nuclear da actualidade, e são eles próprios a maior ameaça à Paz e estabilidade do nosso planeta.

  • carlos afonso

    Nem quero imaginar a pipa de massa que esse fulano vai ganhar quando um conjunto de advogados de direitos civis se atirar ao caso.

  • carlos afonso

    Aquilo que mais me surpreendeu é que ninguém fez nada sobre essa intervenção musculada da polícia nem o próprio congressista.

  • skizofrenik

    Os Estados Unidos, actualmente representam (e visto de ‘fora’) o papel de menino rico e inconsequente do mundo.Mais triste ainda, é saber que se não forem eles será outro país qualquer a representar o mesmo papel.Cumps!

  • Carlos Afonso

    Carlos na linha daquilo que disse hoje encontrei istohttp://www.crooksandliars.com/2007/09/20/the-colbert-report-naomi-wolf-on-fas…

  • Carlos Serrao

    Serão os EUA uma espécie de ditadura fascista disfarçada :-)Não sei…Mas que há algo estranho que não bate certo naquele país, isso há de certeza…O 9-11 é uma delas…

  • Carlos Afonso

    Em relação a processos como se pode ver aqui quem vai acabar por pagar é o contribuinte claro:http://www.slate.com/id/2172500/

  • Carlos Afonso

    Quanto a estar esquisito, tb me parece. Quando lá estive há já uns anitos a imagem que me ficou foi não propriamente a das pessoas (a não ser que eu era magro em comparação) mas a dos espaços serem realmente grandes (tanto os naturais como os artificiais, tenho que admitir ter ficado num hotel cujo lobby correspondia aos 3? andares do hotel) o que nos dava a nós humanos uma escala menor.

  • RSS
  • Twitter
  • Buzz
  • LinkedIn
  • Flickr